domingo, 7 de fevereiro de 2010

Um pouco sobre o livro.

Como definir o livro A Essência do Dragão: Ressurreição? Quando eu brinco com esta definição, perguntando se é ficção científica, fantasia, drama, aventura, etc. meio que acabo definindo-o. Como assim?
A história engloba um pouco de cada um destes gêneros. Procurei fazer esta história o mais inédita possível, contudo minhas referências se refletem no livro. Não fiz dele um "teatro de vaidades"; não fiz a métrica do texto em si se sobressair em relação à história. A história é o mais importante na minha humilde opinião. Neste sentido, minhas referências são dois autores britânicos. Bernard Cornwell e Conn Iggulden me mostraram que escrever de forma simples pode ser algo maravilhoso e isto está longe se ser alguma coisa medíocre. Claro que não posso me comparar a estes grandes autores, contudo, contribuíram como inspiração para a construção do livro.
Como contar do que se trata a história sem estragar as surpresas? Nisto só posso falar que vocês verão os dragões como nunca foram retratados em qualquer história que eu conheça. Renda-se a curiosidade e livre-se do preconceito. Conheçam os Li-Seugs, Andy Carter, Tlüogodärami e a história que os uniu. Leiam e me digam o que acharam, porque um escritor sem leitores não é uma pessoa completa. A partir de julho de 2010, pela Novo Século Editora, selo Novos Talentos da Literatura Brasileira, o livro A Essência do Dragão: Ressurreição.

Nenhum comentário: