quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Semana Especial do Halloween no Site Sobre Livros

Olá, amigos.

Esta semana o site Sobre Livros está colocando contos para comemorar o Halloween. Claro que não é uma data típica brasileira, sendo comum nos Estados Unidos, mas a oportunidade é excelente para que os autores nacionais possam mostrar o seu lado "macabro", rsrsrs.


O 1º conto saiu dia 25/10. Escrito por Georgette Silen, o site apresentou "Jack". O link é este: http://www.sobrelivros.com.br/semana-especial-do-halloween-jack-por-georgette-silen/

O 2º conto saiu dia 26/10. Escrito por Fábio Henckel, o site apresentou "Sobre as vezes que me matei". O link é este: http://www.sobrelivros.com.br/semana-especial-do-halloween-sobre-as-vezes-que-me-matei-por-fabio-henckel/

O 3º conto saiu dia 27/10. Escrito por Andrés Carreiro Fumega (eu, rsrsrs!), o site apresentou "Reflexos Ardentes". O link é este: http://www.sobrelivros.com.br/semana-especial-do-halloween-reflexos-ardentes-por-andres-carreiro/#more-12796

ATUALIZAÇÃO:

O 4º Conto saiu dia 28/10. Escrito por Rober Pinheiro, o site apresentou "Rogai por Vós". O link é este:  http://www.sobrelivros.com.br/semana-especial-do-halloween-rogai-por-vos-de-roberlandio-a-pinheiro/

O 5º Conto saiu dias 29 e 30/10. Escrito por Jones V. Gonçalves, o site apresentou "Olhos Negros". O link é este: 1ª parte: http://www.sobrelivros.com.br/semana-especial-do-halloween-olhos-negros-por-jones-v-goncalves/#comments e 2ª parte:
http://www.sobrelivros.com.br/semana-especial-do-halloween-olhos-negros-por-jones-v-goncalves-2/

Sairão mais contos durante esta semana, todos postados depois das 22h (nada mais justo). E vou atualizando. Uma oportunidade única de conhecer o trabalho de vários autores brasileiros, e de quebra entrar no melhor site de livros do país.

Bons "pesadelos" esta semana, :)

Abração.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

JEDICON 2010 Rio de Janeiro

Olá, amigos.

É com grande orgulho que informo minha ida a JEDICON 2010 RJ, o evento que reúne fãs de Star Wars e tudo sobre este universo fantástico. A Essência do Dragão estará no evento. É como se meu livro voltasse um pouco às suas origens. Guerra nas Estrelas foi, é e sempre será uma inspiração em minha vida. Sou fã incondicional, principalmente da trilogia clássica. Quem leu AEdD sabe que tem uma pitada de SW.



Clique na imagem para ir ao site oficial


A entrada custa R$: 40,00, mas se você deixar seu nome na lista amiga, recebe 50% de desconto. Só não participa da lista uma pessoa desavisada. Portanto não deixem de colocar seus nomes na lista para pagar R$: 20,00. Classificação Etária: Livre

Aqui estão as informações retiradas do site sobre ingressos:


Os ingressos para a Jedicon 2010 RJ serão vendidos somente no dia do evento, na bilheteria local. A bilheteria será aberta às 9h, para evitar a formação de filas na entrada.


Valores de ingresso:

Meia Entrada

- Lista Amiga - R$ 20,00
(Comunidades do Orkut, ou e-mail para jedicon@jedirio.com.br)

- Com Flyer - R$ 20,00 (breve nas melhores lojas de podutos "nerds" do Rio)

- Estudantes e maiores de 65 anos - R$ 20,00

Descontos Especiais

- Crianças de 5 a 12 anos - R$ 10,00

- Crianças até 4 anos - Entrada franca

- Membros do CJRJ com carteirinha (modalidade Cavaleiro Jedi) - Entrada franca
 
Valor integral

- Qualquer situação além das citadas acima:  R$ 40,00
(Não dê bobeira, coloque logo seu nome na lista amiga, ou garanta já seu flyer)

COLABORE LEVANDO ALIMENTOS NÃO-PERECÍVEIS E BRINQUEDOS

O Conselho Jedi Rio de Janeiro participa de ações sociais recolhendo em seus eventos alimentos e brinquedos para instituições de ajuda a crianças com doenças crônicas ou  desamparadas.
A  doação de alimentos é opcional, mas o Conselho Jedi Rio de Janeiro incentiva a  prática  da solidariedade e o exercício da cidadania como ações que, somadas a outras, podem ajudar  a construir uma nação melhor, sem míséria.  

Um evento para quem gosta dos filmes e para quem gosta de Sci-Fi. A Essência do Dragão será vendida no evento com um preço super especial.

Dia 6 de Novembro de 2010, no Instituto Metodista Bennett.

Endereço: Rua Marquês de Abrantes, 55 - Flamengo, Rio de Janeiro.  


Espero vocês lá.


Abração!

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Nova Resenha e Cronologias.

Olá, amigos.

Mais uma resenha, do blog Mellbooks, saiu fresquinha hoje. Ela foi feita pela amiga Sheila e está realmente muito legal.


Uma frase da resenha: É um livro dificil de explicar ,já que a história dos dragões é complexa, é o relato de uma civilização, já que o autor criou tudo para ela.



Outro assunto:

Algumas dúvidas estão surgindo sobre o livro, e gostaria de explicá-las, humildemente. Já ouvi duas reclamações sobre a repetição da palavra “composta” Progressão Geométrica. Já me disseram que ela se repete por 3 ou 4 vezes num livro denso de 312 páginas. Ora, qual é a proposta de A Essência do Dragão: Ressurreição? Ter como um dos seus pilares a ficção científica, e nada mais justo que haja durante a narrativa, expressões um pouquinho técnicas. Só quem tem trauma de matemática pode ficar abalado com a expressão. Vamos à explicação básica: Todo o aumento de 100% em sessões determinadas, com a soma do que existia unido ao que cresceu anteriormente, representa um crescimento em progressão geométrica. Exemplo: CD= {1, 2, 4, 8, 16, 32, 64, ...}. Ou seja, o uso da expressão é totalmente lícita para o meu objetivo e aviso que ela não se repetirá 4 vezes no próximo livro, e sim 10 vezes, (risos).

Outra reclamação é a existência de uma história dentro da história. Não é bem assim. Já disse algumas vezes que sou fã do Quentin Tarantino e uma homenagem que fiz a Pulp Fiction no livro foi brincar um pouco com a ordem da cronologia. Claro que não é uma cópia do que vemos em Pulp Fiction, e sim uma singela homenagem a um ícone de minha juventude. Isto dá ao livro o suspense que necessito para prender o leitor no momento de criar a mitologia da saga. Vamos ao quadro negro para entender como a cronologia de AEdD funciona:



Temos as famosas cronologias lineares, que por sinal não vejo problema algum em usá-las. Temos as cronologias com flashbacks, como no caso de Lost e ABdA. Também muito interessantes. E por último uma cronologia que faz uma espécie de “6”. Ou seja, a história começa na realidade do meio, voltamos ao passado, há uma interseção e retomamos para o grand finale. Só isto. Neste caso, não há problema em não gostar (isto é algo subjetivo).

Espero ter tirado algumas dúvidas. E procurem os easter eggs no livro. Até agora ninguém se manifestou em relação a isto.

Abração!

sábado, 16 de outubro de 2010

Meme das keywords: 10 Inusitadas Keywords que Trouxeram Visitas ao Blog

Olá, amigos.

Fui convocado pelo meu grande amigo Álisson Zimermann do Blog Depósito de Contos a disseminar uma brincadeira pela internet sobre as 10 keywords inusitadas que levaram pessoas ao meu blog. Aqui está a proposta do Álisson:

"Como funciona um meme? Ame-os ou odeie-os. Postamos algo no blog e convidamos blogs amigos para fazerem o mesmo... Esses por sua vez convidam seus amigos e assim fazemos uma grande corrente de coisas engraçadas hehe...
E dessa vez o post é sobre as keywords estranhas que trouxeram alguma visita ao blog. Vamos ao nosso amigo de cada dia o Google Analytics e buscamos as frases mais inusitadas que trouxeram os leitores ao nosso blog..."

Então vamos lá:

1- Sussuro no Darkness Rising: Ahhh! a frase fora do contexto não faz sentido algum, rsrsrs!"
2- Sheila Liz: Quem?
3- Um livro erudito e outro popular: Seria uma espécie de crítica?
4- resumos dos livros do Moacyr Scliar sobre "o tio que flutuava": Se o estudante copiou o 1º capítulo de AEdD, tirou zero certamente, rsrsrs!
5-Livros sobre dragões escritor português: Este errou feio, pois nasci do outro lado do atlântico, rsrsrs!
6- Negócio de lobisomem bighetti: Como é que o cara chegou até aqui?
7- Frase do segundo: Pelos Deuses da literatura...
8- essensia dragao: Alguém se atrapalhou com o português
9- esseencia do dragaõ: Alguém apanhou do teclado, rsrsrsrs!
10- ana flavia abreu entrevista: Eu não escrevi Kôra e nem uso pseudônimo, rsrsrs!

E agora convoco os amigos Leandro Schulai www.ovaledosanjos.com.br, Lilia Reis, http://leiturasefofuras.blogspot.com e Renato Klisman http://rkbooks.wordpress.com a fazerem a mesma coisa, :)

Abração!

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Resenhas Comparadas: Os Anjos na Literatura Nacional (Parte 1).

Olá, amigos.

Como prometido, hoje farei pequenas resenhas sobre dois livros, dos quais gosto muito, escritos por dois brasileiros que resolveram estrear na literatura falando de anjos. E por sinal, quando estavam elaborando suas obras, este tema não estava na moda, coincidindo com a  atual realidade. Produziram duas obras bastante diferente do que vemos por aí sobre o tema. Principalmente porque houve apenas uma mudança alegórica nesta moda, pois a narrativa adolescente em que estudantes vivem seus cotidianos misturados com situações fantásticas só mudou de vampiro para anjo. As obras que fogem deste modismo, que analisarei, serão: O Vale dos Anjos: Torneio dos Céus parte 1 (Leandro Schulai) e A Batalha do Apocalipse (Eduardo Spohr).



O Vale dos Anjos conta a história do grego Dimítris Saloustros, que vivia normalmente seu cotidiano pacato com sua amada esposa (um amor que chega a ser obsessivo) e num belo dia tem a vida ceifada por um acidente de carro. No além túmulo, faz amizade com Obelisco, um anjo guia de enterro, a anjo cupido Anne e será treinado pelo misterioso mestre Ramirez.

A proposta de L. Schulai é construir um livro de fantasia para jovens (não necessariamente ortodoxo nesta posição). Nisto ele é muito bem sucedido, pois o universo criado em O Vale dos Anjos supre exatamente esta demanda. O personagem principal, Dimítris, é um jovem adulto que demonstra durante toda a narrativa sua tenra idade. Sua vontade de saber sobre a nova realidade permeará toda a narrativa junto com sua obsessão de voltar à mulher amada (Mariah). Curiosidade e uma história de amor são elementos que chamam a atenção da juventude leitora, sedenta por este tipo de história. Mas se o leitor acha que o livro só tem estes elementos, está muito enganado. Schulai utiliza-se de suas referências e conhecimentos e torna o desenrolar da história em algo surpreendente. O Torneio dos céus é uma homenagem aos animes japoneses, como Dragon Ball Z, Naruto e Pokemon. É impossível, para mim, não pensar nas músicas destes desenhos animados em alguns momentos da história. Contudo o autor consegue transcender a métrica destes elementos e construir algo pessoal e diferente. Neste sentido (e em outros), O Vale dos Anjos tem personalidade própria.

A linguagem super simples do livro tem um destaque bastante interessante durante a leitura da obra. Contudo, como muitos poderiam pensar, ela não é pobre. O autor soube fazer algo que é muito difícil. Escrever com simplicidade sem ser infantilizado. Não nos sentimos, durante o ato da leitura, subestimados.

Outro ponto a se destacar é a relação que O Vale dos Anjos tem com a literatura infanto-juvenil. Dimítris, Obelisco e Anne são três amigos vivendo uma aventura juntos num além idealizado. É difícil não pensar imediatamente em Harry Potter e Percy Jackson. Contudo, apesar do formato de amizade consagrado pelo escritor americano e a escritora inglesa, há também uma nova visão na narrativa, onde os personagens têm características e personalidades únicas, fugindo completamente de algum possível plágio. A semelhança, portanto, está apenas na trindade de amigos.

Nesta história, apesar de termos anjos, o personagem principal não um deles (ainda não sabemos se um dia ele se tornará um, dependerá do rumo que os fatos tomarão para o personagem) e nem uma virgem atrás de seu primeiro amor sobrenatural. Nisto a originalidade não só do personagem principal, mas do enredo como um todo, confere ao livro um lugar de destaque na nova literatura fantástica nacional, permitindo que os leitores conheçam este novo talento nacional e de quebra novas visões sobre uma temática que já começa a ficar batida no exterior.



O outro lado da moeda, em termos de uma visão sobre os anjos, é o livro magistralmente concebido por Eduardo Spohr, A Batalha do Apocalipse. Nele conhecemos o Anjo renegado Ablon, exilado na Terra. Somos levados por milhares de anos da história da humanidade intercalados aos acontecimentos recentes e tudo isso com o anjo Ablon como protagonista. As trombetas do apocalipse, num futuro próximo, tocarão e uma guerra estará para começar.

Este livro é quase uma enciclopédia de referências culturais modernas. Spohr, com sua narrativa elegante (proposital para construir um épico), nos leva a construções recheadas destes elementos. É impossível, para quem conhece, não perceber a presença do espírito de Robert Howard durante a queda da Babilônia. Durante um ritual que Shamira (outra protagonista) faz com Ablon, Hellblazer (John Constantine) aparece para nos assombrar. O inferno construído por Spohr nos remete a Sandman de Neil Gaiman (Universo DC Comics), fora Star Wars(quimono preto meio cvaleiro Jedi) e Matrix(motocicleta, bomba que queima o céu, etc.). Mas como no caso de Leandro Schulai, o autor consegue transcender suas referências e construir algo único.

Dois paradigmas da literatura comercial foram quebrados em A Batalha do Apocalipse. Um deles é a linguagem. Spohr escreve com certo preciosismo, contudo é impressionante como isto não é negativo. Apesar de remeter a uma linguagem mais épica (às vezes suas referências de livros de Portugal ficam evidentes) a narrativa e o desenvolvimento da história não são afetados. Nisto o autor soube usar muito bem sua habilidade. A linguagem não atrapalha o momento de transição para o universo de A Batalha do Apocalipse. Somos transportados para lá e só nos tocamos das letras quando realmente termina. O segundo paradigma é o tamanho do livro. A última edição teve 600 páginas. A edição independente da Nerd Books tinha 500 (que equivalia a 800 páginas). Todavia cada palavra, cada página, tudo é necessário para contar a história. Não há um desgaste da narrativa e nem momentos perdidos. O grande épico criado no livro necessita de cada momento, de cada letra para a sua formação.

Ablon e Shamira são os protagonistas da história. Ablon tem o papel principal, afinal é a sua história, contudo a feiticeira de En-Dor é uma companheira sempre constante durante sua vida, merecendo o papel de heroína. A visão de Joseph Campbell para a jornada do herói é respeitada (Spohr não esconde seu fascínio pelo especialista em mitos). O grande número de personagens, com seus arquétipos específicos, não se perdem em nenhum momento no contexto. É impressionante a naturalidade da história. Claro que existem pontos que fiquei um pouquinho incomodado, mas nada que mereça alguma menção aqui, pois A Batalha do Apocalipse é um livro que serve de referência aos novos autores de fantasia e aos antigos que desejam conhecer uma obra que transborda qualidade.


Aqui discutimos duas visões nacionais para um mesmo tema e por sinal são visões inéditas mundialmente. Schulai constrói uma história de amor recheada de referências pops, como Harry Potter e Dragon Ball Z e Spohr expõe toda a jornada de um Herói Anjo temperada com o universo Nerd.

Na segunda parte desta resenha comparativa (sine die), analisarei O Senhor da Chuva (André Vianco) e Anjo, a Face do Mal (Nelson Magrini).

Abração!

SCHULAI, Leandro M. O Vale dos Anjos: O Torneio dos Céus (Parte 1). Osasco/SP: Novo Século, 2010.

SPOHR, Eduardo. A Batalha do Apocalipse: Da Queda dos Anjos ao Crepúsculo do Mundo. Rio de Janeiro: Verus/Record, 2010.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Novas Promoções e Entrevistas.

Olá, amigos.

Novidades ainda acontecendo nesta semana de feriadão. Vamos a elas, :)

Temos a promoção que está acontecendo no Blog Viaje na Leitura, valendo um livro autografado. O link da promoção é este: http://www.viajenaleitura.com.br/2010/10/sorteio-essencia-do-dragao.html

Outra promoção muito legal é do Blog do programa Contos Sobrenaturais, Radio Digital Rio, da amiga Anny Lucard. Conheci a Anny pessoalmente em um encontro dos skoobers aqui no Rio de Janeiro. Link da Promoção, valendo livro autografado, aqui: http://contossobrenaturaisdigitalrio.blogspot.com/2010/10/promocao-essencia-do-dragao.html

E temos uma entrevista feita ao Blog Café de Ontem, do amigo Junior Cazeri. Foi um bate-papo super legal sobre o livro. Link aqui: http://cafedeontem.wordpress.com/2010/10/12/entrevista-com-andres-carreiro-autor-de-a-essencia-do-dragao/

E lembrando da entrevista que o amigo Danilo do Blog Literatura de Cabeça fez comigo: http://literaturadecabeca.blogspot.com/2010/10/literatura-entrevista-andres-carreiro.html

UPDATE: Entrevista no Murphy's Library. Muito legal: http://br.murphyslibrary.com/?p=359

Estas são as novidades da terça-feira e feliz dia das crianças (sou uma criança que já fez 11 anos três vezes, rsrsrs!)

Abração!

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Mais Resenhas

Olá, amigos.

Quase chegando ao final da semana passada, tivemos três resenhas que sairam em blogs especializados sobre  A Essência do Dragão. Vamos a eles.

As duas resenhas iniciais que apresento são especiais, pois são feitas por dois jovens blogueiros (mirins), a Isabela e o Augusto. Fizeram boas resenhas e deram suas opiniões sinceras, adequadas às suas tenras idades. Aqui estão:



A terceira resenha saiu no Blog Cooltural do parceiro e amigo Ademar Jr. Quem conhece o blog sabe da seriedade e competência do Ademar. Acredito que seja um dos melhores blogs especializados que temos aqui no Brasil, junto com o PsychobooksSobre Livros. Por sinal recomendo todos eles.


Uma frase da Resenha do Ademar: "O que vem a ser ponto negativo pode também ser considerado ponto positivo, mesmo que paradoxalmente. Se por um lado o autor mistura demais elementos como dragões, alta-tecnologia, viagens espaciais, passado e futuro de uma forma não tão comum; por outro isso é que chama a atenção, algo novo e inédito (algo difícil de conseguir nos dias de hoje). Isso também permite ao autor colocar sua obra em um patamar que transcende uma classificação convencional de gênero, aqui temos um livro de technofantasy, que mistura fantasia, ficção-científica e outros elementos para saciar a sede dos leitores ávidos desse gênero..."

Update: Entrevista que o amigo e Parceiro Danilo do Blog Literatura de cabeça fez comigo: http://literaturadecabeca.blogspot.com/2010/10/literatura-entrevista-andres-carreiro.html

Então é isso aí.

Abração!

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Fotos do Darkness Rising, Novas Resenhas e uma Entrevista.

Olá, amigos.

Esta semana publicaram duas resenhas sobre o livro.

1ª Resenha: Feita pelo amigo Andrey do Blog Resenhar: http://www.resenhar.com/2010/09/resenha-essencia-do-dragao.html

Uma frase da resenha: A história de “A Essência do Dragão – Ressurreição” não é contada em uma linha continua do tempo ou por algum personagem principal. Andrés conta através de uma composição densa e madura o enredo de uma história futurística, fictícia e original.

2ª Resenha: Feita pela amiga Vanessa do Blog Nerds Leitores: http://www.nerdsleitores.com/2010/resenha-a-essencia-do-dragao-ressurreicao/

Uma frase sa resenha: Confesso que no começo tive dificuldades em imaginar dragões trabalhando, conversando, discutindo filosofia e etc, mas o autor construiu esse universo tão bem que logo consegui mergulhar nesse mundo extraordinário e não queria mais sair.

Obrigado amigos por expressar suas opiniões nestas fantásticas resenhas!

Há pouco o amigo Jackson do Blog Mundo dos Livros postou uma super entrevista feita comigo para o blog. Vejam aqui a entrevista na integra: http://www.blogmundodoslivros.com/2010/10/bate-papo-com-andres-carreiro.html
 
Obrigado Jackson pelo apoio sempre dado ao livro.
 
Esta semana finalmente consegui encontrar umas fotos do 1º Darkness Rising que surrupiei do Orkut do grande Adriano Siqueira (por sinal só conhecer o Adriano já foi um evento a parte, rsrsrs!) Aqui estão elas e desculpe a cara feia em todas as fotos (não sou fotogênico, não adianta me torturar, rsrsrs!)
 
 

Não é um Night Club


Eu, mostrando a criança ao lado de ilustres escritores com o simbolo do América no alto. Meu avô, torcedor do América, teria orgulho, :)


Quem foi a criatura que tentou me destruir com um flash, rsrsrs! (não sou vampiro)


Mais uma foto grupal (no bom sentido). Por sinal, só tem homem nesse negócio, :(


Ah! Já ia me esquecendo! Esta semana tentarei postar meu pequeno projeto de resenhas comparadas. Começaremos com a parte 1 de Tendencias da nova literatura fantástica brasileira: Anjos (A Batalha do Apocalipse e O Vale dos Anjos).

Adios, amigos!